Justiça derruba liminar e aulas presenciais podem voltar após fase emergencial de São Paulo

Por Alana Cury, Do Informe Franca

14/03/2021 | 7h25

A Justiça de SP, suspendeu liminar dada na semana passada para o sindicato dos professores, liberando as aulas presenciais no estado de São Paulo.
Isso quer dizer que, a partir de abril, quando for encerrada a fase emergencial que vai vigorar no estado a partir de amanhã, as escolas podem reabrir.
O pedido do sindicato dos professores, era no sentido de que as aulas fossem suspensas, e mantidas apenas Online,
e que professores e funcionários não fossem convocados a ir a escola no período.
Há um grande número de pessoas, funcionários, professores e alunos, que registraram contaminação por Coronavírus as escolas, o que motivou a ação.
Na quinta-feira, 11, a Justiça concedeu o pedido dos professores mas neste fim de semana, o Presidente do Tribunal de Justiça do estado, suspendeu a liminar.
Atendendo a recurso do governo paulista.

O Presidente do Tribunal argumenta que, quando respeitados os protocolos de segurança, a escola é um ambiente seguro, mais até que outros onde as crianças e adolescentes possam ficar em estando fora dela.
Com essa argumentação mesmo as cidades em fases laranja e vermelha, poderão regressar alunos para a sala de aulas.
Com o limite de 35% do números de estudantes em cada sala e respeitando o limite e os protocolos.
No entanto, 4 mil pessoas foram infectadas em escolas em São Paulo, o que pode motivar um novo recurso da decisão por parte do professorado.