Educação – Justiça decide que fases vermelha e laranja de SP não devem ter professores nas escolas ou aulas presenciais

Por Guilherme Kalel, Do Informe Franca

09/03/2021 | 17h10

A Justiça de São Paulo atendeu, pedido do Sindicato de Professores das redes pública e privada de ensino de SP, nesta terça-feira, 9.
E determinou que, as escolas das redes de educação privada e pública, não tenham aulas presenciais para as fases vermelha e laranja.
Professores que são filiados aos sindicatos e demais funcionários das escolas não podem ser obrigados a trabalhar, quando a lei impor uma quarentena mais restritiva.

A medida vai contra protocolos do governo estadual,
que mesmo na fase vermelha liberou as escolas para que funcionassem.
E cabe recurso a decisão.
Mas até a publicação desta reportagem, o governo paulista não informou se iria recorrer.