São Paulo distribuirá 465 mil tablets para alunos de rede pública na pandemia

Por Guilherme Kalel e Mariana Monary

Informe Franca – 22/08/2020 | 7h

A cidade de São Paulo, anunciou nesta sexta-feira, 21, por meio de seu Prefeito, Bruno Covas, que irá adquirir, 465 mil tablets para alunos da rede pública Municipal.
Os dispositivos, serão entregues a alunos do EJA, e dos ensinos fundamental e médio.
Covas destacou, que os equipamentos serão usados nesse momento de pandemia, para as aulas a distância.
E depois, poderão continuar a serem utilizados em sala de aulas.
Com essa medida, São Paulo dá, o maior passo rumo a tecnologia das salas de aulas públicas no Brasil,
substituindo cadernos pelo que estará nas mãos dos estudantes, num futuro nada distante.

Bruno Covas afirmou, que os recursos para a compra do material, serão fornecidos pela Secretaria de Educação.
E que fazem parte de uma verba, que a Pasta não usou nesse ano, exatamente por conta das aulas não estarem funcionando presencialmente.
Covas disse, que os tablets serão comprados num pregão, aberto neste sábado.
A empresa que apresentar o melhor preço, ficará com a compra do Município.
Cumprindo as regras, os interessados podem entrar neste pregão, para participar do processo de aquisição.

A Prefeitura Municipal de São Paulo, já garantiu que escolas das redes pública e privada, não reabrirão no Município em 8 de setembro.
Para outubro, uma nova reavaliação será feita.
Dentro da Secretaria de Educação, já estuda-se o adiamento das aulas em 2020, com regresso apenas para 2021.
Se isso acontecer, os alunos continuariam a ter suas aulas Online, como vem ocorrendo desde março, quando começou a quarentena no estado.

A decisão da Prefeitura, é embasada em estudos.
Que mostram que a carga viral de crianças, é maior do que de adultos.
E que, existe uma grande concentração de pequenos com o vírus, sem apresentar sintomas.