Penitenciária de Franca tem 505 detentos com Coronavírus

Por Thais Garcia

Informe Franca – 19/08/2020 | 9h32

A penitenciária da cidade de Franca, SP, confirmou nesta terça-feira, 18, que possue 505 detentos com Covid-19.
Os números são maiores que os 200 contaminados na última atualização, feita pela Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo, em 6 de agosto.

Todos os presos que já apresentaram sintomas da Covid-19, foram testados.
Os testes conclusos chegaram a 505 infectados na segunda-feira, 17.
Neste momento, segundo o Diretor Geral da penitenciária, não existem mais pessoas que precisem de testes.
Os testes só serão refeitos, se alguém apresentar novos sintomas.

O presídio passou por uma desinfecção, feita em duas etapas.
De acordo com o Diretor, os presos que testaram positivo para Covid-19, foram isolados em celas separadas de demais detentos.
Eles não podem sair do local, enquanto apresentarem sintomas da doença,
nem um caso considerado grave foi registrado na penitenciária, entre os presos.

Já entre os funcionários, 32 deles apresentaram o novo Coronavírus.
Em 4 de agosto, um morreu, após ser hospitalizado.
Uma outra funcionária foi internada na semana passada, e encontra-se em tratamento médico.
Dos 32 diagnosticados até hoje, 11 seguem afastados.
Os outros 21 se recuperaram e já estão de volta ao trabalho.

Segundo o Diretor, a rotina tem mudado dentro da cadeia desde que a pandemia começou.
Além de não receber visitas, os presos que não tem sintomas tem o horário de intervalo, conhecido como banho de sol, em horário reduzido.
Para evitar muito contato e a aglomeração de pessoas num único lugar.
A prisão tem capacidade para 802 homens, mas desde que foi transformada em penitenciária, este número está em 1700 presos.
Com 505 infectados a proporção é que 30% da população carcerária do local, tenham contraído a doença.