Anvisa aprova remédio mais caro do mundo para tratar Atrofia Muscular Espinhal

Por Lívia Tomazelli

Informe Franca – 17/08/2020 | 18h06

A Agencia Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, aprovou nesta segunda-feira, 17 de agosto, o uso do remédio mais caro do mundo no Brasil.
A droga, produzida pela Novartis, serve para o tratamento da Atrofia Muscular Espinhal,
uma doença muito rara, que atinge crianças com até 2 anos de idade.

A aprovação permite com que, o medicamento seja usado em casos extraordinários no país, até que sejam apresentados mais estudos que comprovem a eficácia da medicação.
A droga porém, é o medicamento mais caro do mundo.
Uma única dose, tem o custo na conversão direta do Dólar para o Real, de R$ 8,4 Milhões.

Os estudos apresentados pela Novartis, para justificar a terapia, apontam que uma aplicação é responsável por melhorar, em até 80% a condição de vida de uma criança com AME.
Ainda, a medicação reduz a necessidade de ventilação mecânica, nos casos em que foi testada.
O alto custo da medicação, a torna inviável para a maior parte das crianças que enfrentam a doença.
E assim como todo tratamento de alto custo, o medicamento não será fornecido via SUS neste primeiro momento.
O Brasil não foi o único a aprovar a droga de combate e controle da doença,
no ano passado, a medicação foi aprovada nos Estados Unidos.