Penitenciária de Franca tem 150 presos infectados com Covid-19

Por Lívia Tomazelli

Informe Franca – 12/08/2020 | 17h45

Desde o dia 6 de agosto até hoje, dia 12, o total de presos com Covid-19 em Franca subiu, uma média de 70%.
Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária do estado, confirmou que a penitenciária de Franca contabilizou 150 presos com Covid-19.
O número é maior, do que os 90 casos confirmados no dia 6 pela Pasta.

Além dos 150 diagnósticos positivos, a unidade tem diversos outros prisioneiros com sintomas da doença, mas que ainda esperam por testes.
Enquanto os presos estão detidos, do lado de fora seus familiares sofrem por não saber o que acontece dentro das celas.
Sem visitas desde o início da pandemia, com contato restrito, na maior parte das vezes somente por cartas, eles reclamam a falta de notícias.
Não é possível saber por exemplo, entre os 150 detentos, quais estão ou não com Covid-19.
Além disso, outra coisa que não é possível saber é o real estado de cada preso, já que nem todos estão isolados, mesmo com os sintomas.

Além do problema com a Covid-19, a Penitenciária de Franca tem um velho problema, nada diferente de outras cadeias no Brasil.
Projetada para receber 805 detentos, a unidade prisional tem hoje, 1700 homens.
Divididos em celas e em condições questionáveis.
Além dos presos, agentes penitenciários também enfrentam um surto de Coronavírus.
Um dos diretores da unidade morreu na semana passada, ao contrair a doença.