Trump é retirado as pressas de coletiva na Casa Branca

Por Mariana Monary

Informe Franca – 11/08/2020 | 7h

Uma cena pouco comum de se ver ao vivo, e bastante conhecida em filmes e séries, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump,
foi retirado as pressas de uma entrevista coletiva nesta segunda-feira, 10 de agosto.

Ele conversava com Jornalistas na Casa Branca, sede oficial do governo federal, e respondia a perguntas.
Quando um agente do Serviço Secreto o disse que precisariam sair dali,
rapidamente, Trump foi escoltado para fora e os Jornalistas mantidos na sala lacrada.
Trump foi levado para uma ala segura, onde permaneceu por alguns minutos.

Isso aconteceu, porque tiros foram disparados nos arredores da Casa Branca, minutos antes da sua retirada da entrevista.
O Serviço Secreto, que protege o Presidente, realizou os protocolos de segurança.
Confirmou ainda que um homem, foi baleado no peito, preso e levado para um hospital na região.
Ele teria participado no movimento que terminou com ele sendo baleado por agentes do Serviço Secreto.
Não ficou claro, se ele atirou primeiro ou se tentou invadir um espaço não permitido.

Depois da ameaça contida, Trump voltou a sala de entrevistas e terminou sua coletiva com os Jornalistas.
O Norte-Americano não deu muitos detalhes sobre seu afastamento repentino,
e o Serviço Secreto também não quis responder a perguntas.