Governo de SP adia para outubro regresso de aulas presenciais

Por Guilherme Kalel

Informe Franca – 07/08/2020 | 18h25

O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira, 7, que o estado não terá a volta das aulas a partir de 8 de setembro.
Inicialmente era esta a data que o estado se preparava, para a reabertura de escolas públicas e privadas.
O governador João Doria, disse em entrevista coletiva nesta tarde de sexta-feira, que a mudança segue uma determinação de técnicos da saúde.
A nova data prevista de retorno para as aulas será 7 de outubro,
desde que hajam segurança para os estudantes.

A partir de 8 de setembro, escolas públicas e privadas do estado poderão reabrir suas portas,
e atender até 35% de sua capacidade de alunos,
desde que tenham todos os itens de segurança.
As aulas não serão de conteúdo, mas sim de reforço escolar.
Apenas a partir de 7 de outubro, as escolas passariam a dar conteúdo presencial, até lá se mantendo o conteúdo remoto como vinha sendo aplicado até aqui.

A cidade de São Paulo, disse por intermédio de seu Secretário de Educação, que ainda aguarda um parecer para saber se autorizará a reabertura a partir de 8 de setembro para fins de reforço para suas unidades de ensino.
Só poderão reabrir, as cidades que estiverem na fase amarela de flexibilização há mais de 28 dias, pelas regras do governo estadual.