Polícia esclarece morte misteriosa de segurança de 22 anos

Informe Franca — 04/08/2020 | 7h

A Polícia Civil de Franca conseguiu esclarecer um mistério, por trás de um acidente que culminou na morte de um segurança de 22 anos de idade.
Ele teria entrado num posto de combustíveis dirigindo seu carro, batido a mão no veículo do lado de fora para chamar a atenção das pessoas,
quando um frentista se aproximou, ele disse com muita dificuldade que se envolveu num acidente.

O homem foi então socorrido, com ferimento nos membros e no abdome, mas acabou não resistindo ao dar entrada no hospital.
O mistério, estava em que ninguém sabia de fato o que aconteceu.
A Delegacia de Investigações Gerais, conseguiu chegar a um homem de 30 anos de idade, Servidor Público que mora em Restinga, cidade vizinha a Franca.
Esse homem teria revelado a polícia na companhia de seu advogado, que se envolveu no acidente.

Naquela noite, ele estava dirigindo seu carro quando não percebeu, o veículo da vítima estacionado irregularmente.
Ele bateu na lateral do veículo, e fez o retorno para voltar ao local do acidente.
Mas quando voltou, o carro não estava mais lá, a vítima já tinha conseguido sair para se dirigir ao posto.
O homem, não teria percebido que atropelou o segurança, antes que a notícia de sua morte fosse veiculada pela imprensa.

Após prestar depoimento a polícia, o autor do acidente foi liberado.
Ele deve responder ao crime de homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.
O Delegado que cuida do caso informou, que as duas pessoas, vítima e autor, não se conheciam.