Novas regras para Consignado do INSS começam a valer a partir de hoje

Por Carolina Winter

Informe Franca – 27/07/2020 | 7h15

A partir desta segunda-feira, 27 de julho, estão em vigor as novas regras para o empréstimo Consignado do INSS.
As medidas são excepcionais e foram concedidas durante o estado de calamidade, decretado em razão da pandemia de Coronavírus, e seguem até 31 de dezembro deste ano.
Elas visam, facilitar a concessão do benefício para aposentados e pensionistas.

Empréstimos
A partir de hoje, os empréstimos Consignados poderão ser realizados 30 dias após a concessão de uma aposentadoria ou pensão.
Antes o prazo era de 90 dias para o desbloqueio.
É importante salientar que quem desejar fazer a operação, precisa antes acessar ao site do INSS, preencher um documento de autorização, e enviar via internet junto com
documento de identificação.
Só serão permitidas as operações em benefícios cuja os segurados façam a mesma.

O prazo para a primeira parcela ser descontada após a realização de um empréstimo aumentou,
e deve ser de 90 dias após a assinatura do contrato.
O que quer dizer que quem contrair um Consignado hoje por exemplo, só deve começar a paga-lo a partir de novembro.

Outra mudança é referente ao cartão de crédito para os aposentados e pensionistas, na modalidade consignada.
Nessa modalidade, os cartões passam a oferecer, 1,6 amais de limite, para cada R$ 1000,00 do benefício.
Isso quer dizer que, para um benefício de R$ 1045,00 o limite do cartão será de R$ 1600,00.
Para benefícios maiores, aplica-se a regra acima descrita.
Essa é a única medida que será permanente, não somente durante a calamidade.

O aumento de margem, que era muito esperado e foi discutido ao longo do ano, não está ainda aprovado.
Por isso, as operações consignadas estão limitadas a comprometer, 35% da margem do segurado.
30% para empréstimos e 5% para o cartão.