Presidente do Banco do Brasil renuncia ao cargo

Por Mariana Novacki

Informe Franca – 25/07/2020 | 7h

O Presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, renunciou a seu cargo nesta sexta-feira, 24.
Novaes presidia o BB, desde 7 de janeiro de 2019, e era um dos homens de confiança e fortes do Ministro da Economia Paulo Guedes.
Liberal, chegou a defender por diversos momentos a privatização total do Banco do Brasil, alegando que os bancos estavam cada vez mais, em poder de instituições particulares e
não mais do Estado.

Afrente do Banco do Brasil, Novaes conseguiu fazer a Instituição Financeira registrar lucro de R$ 18 Bilhões no ano passado, e ganhar em papéis de mercado.
Mas com a pandemia, as ações do BB despencaram e seus lucros consequentemente.
O banco registrou um lucro, 27% menor entre janeiro e junho deste ano, do que o mesmo do ano passado.

O comunicado da demissão de Novaes, foi feito pelo Banco do Brasil em um fato relevante, publicado na noite desta sexta.
Ele fica no cargo até agosto, quando deixará o comando da Instituição, em data a ser definida.
Rubem Novaes, não informou se deve ir para outra área do governo, mas o mais provável é que não.
Também não explicou, as razões que o levaram a deixar o Banco.
A medida pegou muita gente de surpresa, mas os reflexos do mercado só serão sentidos na segunda-feira.
Neste sábado não existem operações, e os resultados de sua demissão serão melhor sentidos na segunda.
O Presidente Jair Bolsonaro, já teria aceito a renúncia de Novaes, segundo interlocutores.