Energia voltará a ser cortada a partir de agosto

Por Mariana Novacki

Informe Franca – 22/07/2020 | 7h

A partir do dia 1º de agosto, as concessionárias poderão voltar a cortar energia elétrica dos consumidores, por inadimplência.
A decisão foi tomada nesta terça, 21, pela Agencia Nacional de Energia Elétrica, Aneel.

Apesar de ainda o Brasil atravessar os efeitos do Coronavírus,
a Agencia avalia que muitas famílias constam agora com situação melhor do que a 3 meses atrás, quando a pandemia começou.
Especialmente com a ajuda do governo federal, por meio do Auxilio Emergencial.

Uma das Diretoras da Agencia, ressaltou que, as prestadoras não poderiam ficar impossibilitadas de cortar energia por mais tempo,
pois isso tem aumentado a inadimplência.
A recomendação, é que as prestadoras ofertem meios de acordar os valores vencidos,
para quem não tiver condição de quitar o débito avista.

As prestadoras precisam no entanto, obedecer algumas novas regras para o corte.
Que pode ocorrer a partir de 1º de agosto.

1 – As operadoras precisam avisar antes, quando a energia será cortada, com dia e hora do corte se as contas não forem quitadas.
2 – As operadoras devem oferecer, atendimento humano telefônico e presencial a partir de 1º de agosto, onde estes estavam suspensos em causa da pandemia.
3 – As prestadoras devem parcelar por cartão ou boleto bancário, os débitos de seus clientes.
4 – As concessionárias não poderão cortar a energia, de pessoas que façam parte do programa tarifa social, durante o tempo do estado de calamidade decretado pelo governo,
que vigora até 31 de dezembro de 2020.

São hoje, 9 milhões de famílias que vivem nessa situação, e que não poderão ter o fornecimento de energia interrompido, ainda que inadimplentes.