Desembargador chama Guarda Municipal de analfabeto ao receber multa por não usar máscara

Por Mariana Monary

Informe Franca – 20/07/2020 | 7h

Um Desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, mostrou desrespeito e um total despreparo ao lhe dar com pessoas neste final de semana.
Eduardo Almeida estava em Santos, no litoral de SP, sem máscara, quando foi abordado por um Guarda Municipal.
O agente pediu que ele colocasse o item de proteção, conforme manda um decreto estadual.
O Desembargador então se recusou, e pegou seu celular para ligar para o Secretário de Segurança da cidade, e disse que era Desembargador.

Enquanto o Guarda Municipal preenchia a multa, o Desembargador falava ao telefone supostamente com o Secretário, frisando o cargo que ocupava.
Ele disse que estava com um analfabeto, quando recebeu o documento do guarda, o rasgou e seguiu andando.

As imagens que foram gravadas, viralisaram nas redes sociais ao longo do domingo.
O Tribunal de Justiça de SP, se manifestou com repúdio a conduta de seu Desembargador,
e ressaltou que todos são orientados a seguir as determinações do isolamento social.
O Conselho Nacional de Justiça, cobrou do Magistrado uma posição oficial ainda no domingo sobre o caso ocorrido.
A Corregedoria, abriu um procedimento contra a conduta do Desembargador, que terá 15 dias para se explicar.