Brasil tem 77851 mortes registradas por Coronavírus

Por Lívia Tomazelli

Informe Franca – 17/07/2020 | 20h25

O Brasil registrou, mais 1163 mortes provocadas pelo novo Coronavírus nas últimas 24h.
Os dados são do Ministério da Saúde, divulgados na noite desta sexta-feira, 17, com base em informações das Secretarias Estaduais da área.
Com este número novo, o Brasil registra ao todo, 77851 mortes provocadas pela doença.

O número de casos também aumentou.
Chegando a 2004632046328 pessoas infectadas.
Destas, 1321000 pessoas conseguiram se recuperar, e mais de 600 mil seguem em acompanhamento médico e tratamento.

O Brasil é o 2º país do mundo com a maior taxa de contaminação e morte de Covid-19.
Por outro lado, é a nação que possue o maior número de recuperados no ranking internacional.
São Paulo, é o estado considerado epicentro da doença no país, com a maior taxa de mortos e de contaminados.
Os números ainda estão em curva crescente, o que tem levantado uma série de questões nas últimas semanas.
Hoje, o Prefeito da capital paulista Bruno Covas, anunciou o cancelamento do Reveillon da Avenida Paulista, um dos mais tradicionais do Brasil.
Não haverá queima de fogos e nem apresentações artísticas na virada de 2020 para 2021, o que deixou muita gente surpresa.
A medida, visa conter a contaminação das pessoas por aglomeração, pois não é possível se saber como estarão os casos até lá.

Também hoje, a Secretaria de Educação de São Paulo, descartou adiar o plano de regresso as aulas.
O governo do estado manteve para 8 de setembro, o cronograma para que estudantes voltem as salas de aulas, em modo de distanciamento.
Os alunos compareceriam em dias alternados, com limite de 35% de ocupação por sala.
Mas, os médicos tem recomendado que especialmente as crianças, não devem voltar as aulas neste ano.
O Secretário de Educação, tinha dito de manhã, que o planejamento estava mantido.
A tarde, frisou que será mantido, desde que haja segurança para que os alunos regressem as salas de aulas.