Auxilio Emergencial – Governo desiste de fracionar pagamentos e anuncia calendário de pagamento de benefício

Por Lara Weterman

Informe Franca – Brasília 17/07/2020 | 13h22

Atualizado | 17h41

O governo federal anunciou através do Ministério da Cidadania, o novo calendário de pagamentos do Auxilio Emergencial.
O calendário contempla todos aqueles que receberam o Coronavoucher, em ciclos.
Os valores não serão mais fracionados, como queria o governo e havia sido anunciado pelo Ministro Paulo Guedes anteriormente.
Mas, demorarão um pouco mais que o previsto para chegar as mãos dos beneficiários.

É preciso ter em mente, que trabalhadores informais e cadastrados no Cade Único, sem Bolsa Família,
continuarão recebendo pela Poupança Social da Caixa, e que esses pagamentos tem dois calendários.
Um para o dinheiro cair na conta, e outro para saque do recurso.
Quem quiser, pode usar o dinheiro antes do dia programado para o saque, para fazer pagamentos de boletos ou transferências eletrônicas para contas como Mercado Pago ou Picpay.
Confira a seguir, como ficou o calendário de pagamentos agora:

Ciclo 1 – Para quem havia recebido a 1ª parcela em abril:
Nascidos em janeiro – 22 de julho;
Nascidos em fevereiro – 24 de julho;
Nascidos em março – 29 de julho;
Nascidos em abril – 30 de julho;
Nascidos em maio – 5 de agosto;
Nascidos em junho – 7 de agosto;
Nascidos em julho – 12 de agosto;
Nascidos em agosto – 14 de agosto;
Nascidos em setembro – 17 de agosto;
Nascidos em outubro – 19 de agosto;
Nascidos em novembro – 21 de agosto;
Nascidos em dezembro – 26 de agosto.

Depósito do 5º pagamento (para quem já recebeu três parcelas)
Nascidos em janeiro – 28 de agosto;
Nascidos em fevereiro – 2 de setembro;
Nascidos em março – 4 de setembro;
Nascidos em abril – 9 de setembro;
Nascidos em maio – 11 de setembro;
Nascidos em junho – 16 de setembro;
Nascidos em julho – 18 de setembro;
Nascidos em agosto – 23 de setembro;
Nascidos em setembro – 25 de setembro;
Nascidos em outubro – 28 de setembro;
Nascidos em novembro – Também 28 de setembro;
Nascidos em dezembro – 30 de setembro.

Ciclo 2 – Para aqueles que receberam o 1º pagamento em maio:
O calendário seguirá o mesmo acima divulgado por ordem de nascimento.

Ciclo 3 – Para os que receberam a 1ª parcela em junho:
O cronograma obedece o mesmo cronograma da 4ª parcela para quem já recebeu em abril, exatamente como no esquema dos receptores de maio, por ordem de nascimento.

Ciclo 4 – Para aqueles que receberam a 1ª parcela em julho:
O cronograma segue a mesma linha dos acima, por ordem de data de nascimento.

A partir daí, os cronogramas se separam e é preciso ficar atento.
Como são apenas 5 parcelas, os receptores de abril encerram seus pagamentos em outubro, mas quem começou a receber em maio, terá mais parcelas a receber.
O ciclo referente a maio, recebe a partir de 9 de outubro, como no esquema a seguir:
9 de outubro, para nascidos em janeiro e em fevereiro; 16 de outubro, nascidos em março e abril; 23 de outubro, nascidos em maio e junho; 30 de outubro, nascidos em julho e agosto; 6 de novembro, nascidos em setembro e outubro; e em 13 de novembro, nascidos em novembro e dezembro. O saque em dinheiro será entre os dias 29 de outubro e 19 de novembro.
Quem recebeu a parcela em junho ou julho, terá a continuidade de suas parcelas pagas na mesma data. Conforme o cronograma acima.

A 5ª parcela para aqueles que receberam a partir de maio, será paga no calendário a seguir:
16 de novembro, para os nascidos em janeiro e fevereiro; em 18 de novembro, para nascidos em março e abril; em 20 de novembro, em maio e junho; em 23 de novembro, em julho e agosto; em 27 de novembro, em setembro e outubro; em 30 de novembro, nascidos em novembro e dezembro. O saque será entre os dias 26 de novembro e 15 de dezembro.
Já, quem recebeu a partir de junho e julho, terá as parcelas de número 3 e 4, pagas respectivamente nas mesmas datas acima.

A Caixa deve divulgar posteriormente, um calendário extra para que essas pessoas, recebam suas 4ª e 5ª parcelas.
Mas, este só será publicado para dezembro de 2020, quando os créditos serão realizados.
As informações desta reportagem, constam em publicação extra do Diário Oficial da União, realizada pelo governo federal na tarde deste 17 de julho,
e foram confirmadas pela Caixa Econômica Federal, mantenedora e distribuidora dos benefícios.
Há no Diário Oficial e no site da Caixa, um cronograma completo para quem quiser conferir, a data dos saques dos benefícios.
Aqui, publicamos somente as datas referentes aos créditos na Poupança Social, ou seja, quando o valor estará disponível para uso.