ANS retira teste rápido do Coronavírus de rol de procedimentos obrigatórios para convênios

Por Lívia Tomazelli

Informe Franca – 16/07/2020 | 18h30

A Agencia Nacional de Saúde Suplementar, retirou nesta quinta-feira, 16, a obrigatoriedade de planos de saúde em custear o teste rápido para a Covid-19.
Pacientes que tenham o sintoma da doença, podem fazer o exame em farmácias ao custo de R$ 170,00 em média, a depender da cidade onde é realizado.
Os testes normais para detecção, que levam até 48 horas para que fiquem prontos, estão liberados e são obrigatórios.
O que a Agencia retirou, são os testes sorológicos que tem resultado em minutos e que não tem certificação comprovada de eficiência pela ciência e por organizações internacionais.

Desde março quando a pandemia começou, o teste chamado de RPC, era obrigatório.
O sorológico, só começou a ter obrigatoriedade em maio, através de uma resolução normativa que foi suspensa na semana passada pela Justiça.