Franca fecha 10193 vagas de trabalho durante pandemia de Coronavírus

Por Guilherme Kalel e Tayla Vieira

Informe Franca – 14/07/2020 | 19h18

A cidade de Franca fechou, durante a pandemia do novo Coronavírus, 10193 postos de trabalho.
Os dados são do governo federal, e constam num relatório apresentado pela Associação do Comércio e Indústria de Franca, Acif, nesta terça-feira, 14.
O Presidente da Entidade esteve na Câmara Municipal,
onde fez duras críticas a Prefeitura para o combate a doença.
Também culpou a ineficácia da gestão, ao fato de Franca regredir de fase no plano de reabertura, voltando a fase vermelha de flexibilização.
Nessa etapa, apenas serviços essenciais podem funcionar.

Grandes varejistas da cidade estão fechadas, apesar do Prefeito ter autorizado o comércio trabalhar, com portas abertas mas apenas para fazer entregas.
O fato que vem de verdade, é que a cidade perdeu muito com a pandemia.
Os dados da Acif, mostram que o setor deixou de movimentar mais de R$ 600 Milhões, de março a junho.
Isso levando em conta as datas comemorativas de páscoa, dia das mães e namorados.
Para o dia dos pais a expectativa é que os prejuízos amarguem ainda mais.

Os números não são animadores.
As projeções indicam que até o final do ano, Franca pode fechar mais de 15900 vagas de trabalho.
E isso não abrange só um setor.
Os setores de comércio e indústria, estão nesta lista de vagas perdidas, e de que podem se perder.
O que torna a situação da cidade ainda mais preocupante.

Em seu discurso, o Presidente da Acif convocou os vereadores, representantes do povo francano, a agir de maneira efetiva contra a Covid-19, e aos desmandos da Prefeitura.
Também cobrou medidas que possam aliviar a sobrecarga no comércio, dos prejuízos até aqui.

Outro lado
Enquanto estava na Câmara Municipal, fazendo sua defesa de que Franca tem fechado vagas de trabalho, o que é verdade,
a Reportagem do Informe Franca esteve no Centro da Cidade.
Onde também se constatou uma outra verdade não citada nos relatórios da Acif.

Apesar da fase vermelha, as lojas seguem exceto as grandes varejistas, é verdade,
de portas abertas.
Os clientes podem comprar nas portas adaptadas para recebê-los, mas isso não evita aglomeração.
Aliás o que mais tinha na tarde de hoje, eram pessoas as compras no centro de Franca.
Bom para os negócios e para a economia local que se aquece,
mas ao mesmo tempo perigoso, se os cuidados devidos não forem tomados.

O Coronavírus não é uma gripe, que as pessoas pegam e se livram em questão de dias.
Tão pouco é uma doença simples porque muitas das vezes pode deixar sequelas graves, cardíacas, cerebrais, e até pode matar, mesmo passado o período do vírus no organismo.