Governo prorrogará Auxilio Emergencial em mais duas parcelas de R$ 600,00 cada

Por Ester Marini e Lara Weterman

Informe Franca – Brasília 30/06/2020 | 12h55

O governo federal vai prorrogar o Auxilio Emergencial, também apelidado Coronavoucher, anunciou nesta manhã de terça-feira, 30 de junho, o Ministro da Economia, Paulo Guedes.
Semanas atrás, o Presidente Jair Bolsonaro já havia informado que pretendia fazer a prorrogação, mas em parcelas decrescentes.
O Voucher, seria liberado em mais 3 parcelas de 500, 400 e R$ 300,00 cada.
Mas os números enfrentaram resistência por parte do Congresso Nacional.
O que fez o governo recuar.

Com o anúncio de hoje, Guedes garante o valor do Auxilio Emergencial, em mais duas parcelas de R$ 600,00 cada.
O mesmo valor que já foram pagos em outras 3 parcelas.

O benefício deve deste modo, seguir até setembro para trabalhadores informais, desempregados, e receptores do Bolsa Família.
Em calendários que serão divulgados mês a mês pela Caixa e o governo federal.

O Voucher, tem um impacto de R$ 50 Bilhões por parcela paga, nas contas da União.
Que neste ano deve ter um déficit representante a 11% do PIB do Brasil, antecipou Guedes.

O anúncio oficial da prorrogação do benefício deve acontecer hoje, as 16h, numa cerimônia no Palácio do Planalto.
Como não haverá modificação no valor das parcelas, não será necessário a aprovação de nova lei, apenas um decreto prorrogando o benefício.