Franca volta a fase vermelha e terá que fechar lojas, shoppings e escritórios

Por Guilherme Kalel

Informe Franca – 26/06/2020 | 13h51

A cidade de Franca sofreu um revés, e está na fase vermelha do plano São Paulo de Flexibilização a Quarentena.
Com isso, o Município e outros 21 que compõe a região de saúde em que está compreendida Franca, terão que fechar seu setor comercial.

Apenas serviços essenciais poderão funcionar nessas cidades incluindo Franca, a partir de segunda-feira, 29 de junho.
Não há um período para que o comercio possa voltar a reabrir,
tudo dependerá da evolução dos casos de Covid-19.
Franca terá que fechar o que reabriu, porque houve uma explosão nos casos desde que a reabertura foi autorizada, no começo de junho.
E não é a única cidade do interior, a ver o revés.
Ribeirão Preto, há 15 dias, está de volta a fase vermelha.

Franca tem, 299 casos com 8 mortes, de Covid-19.
Os números começaram a subir especialmente nas últimas duas semanas.
São mais de 100 casos confirmados no período, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde.

A reversão no estado de flexibilização de Franca, foi confirmada pelo Governador de SP João Doria, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, 26, no Palácio dos Bandeirantes na capital paulista.

Enquanto no interior cidades fecham, na capital São Paulo entra na fase amarela.
A partir de segunda-feira, 29, bares e restaurantes já podem reabrir.
O que pode, pipocar ainda mais casos na cidade,
que concentra uma das maiores taxas de infecções e óbitos do país.