Foragida da Justiça, mulher de Queiroz recebe Auxilio Emergencial do governo

Por Carolina Winter e Lara Weterman

Informe Franca – 19/06/2020 Brasília | 7h02

A esposa do ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, não foi localizada pela polícia nesta quinta-feira, 18 em Atibaia, no interior de SP.
Ela também não esteve na casa da família no Rio de Janeiro, e não foi localizada.
Com isso e pelo fato de ter um mandado de prisão contra si, ela é considerada foragida da Justiça.

Ela e Queiroz, o marido, tiveram prisão preventiva decretada nesta semana pela Justiça do Rio.
Queiroz, foi encontrado em uma casa em Atibaia, no interior de SP, mas sem a mulher.
Ele foi preso e transferido para o Rio de Janeiro, onde existe grande expectativa para ouvir seu depoimento.
Fabrício Queiroz, estava em um imóvel que pertence a seu advogado.
Mesmo criminalista que defendeu o Presidente Jair Bolsonaro em algumas ocasiões.
O fato curioso que o advogado, sempre disse que não sabia onde o cliente estava escondido, quando questionado.
Agora, ele pode ser alvo de uma representação por mentir.

A esposa de Queiroz, além de estar foragida, possue outro dado interessante.
Ela é uma das 63 milhões de pessoas no Brasil, que já recebeu o Auxilio Emergencial do governo federal.
O benefício no valor de R$ 600,00, é pago a trabalhadores informais ou pessoas de baixa renda.
Que ficaram sem renda durante a crise gerada pela Covid-19.
A mulher, recebeu o pagamento numa poupança social da Caixa.