Anúncio esperado – Ministro da Educação deixa o cargo

Por Lara Weterman

Informe Franca – Brasília 18/06/2020 | 17h

O Ministro da Educação Abraham Weintralb, anunciou nesta quinta-feira, 18, que deixará seu cargo nos próximos dias.
A relação entre Weintralb e o Congresso nunca foi muito boa, e piorou também com o STF, depois que um vídeo de reunião interministerial foi divulgado.
O Ministro passou a ser investigado, por falas contra integrantes da Corte.

Abraham Weintralb, agradeceu o período em que esteve afrente do Ministério e disse que Bolsonaro é o melhor Presidente que o Brasil já teve.
Ele disse que deixará o cargo, para assumir um cargo de diretoria no Banco Mundial.
E ressaltou que já foi diretor de um banco antes.

O Ministro, é o 10º integrante do alto escalão a cair do governo, desde que Bolsonaro tomou posse em 2019.
E é o segundo a deixar a Pasta da Educação, a qual assumiu em abril do ano passado.
Nas redes sociais, houve grande repercussão positiva na saída do Ministro, que não era quisto com bons olhos.
Muitas posições mais ideológicas, foram responsáveis por deixar Weintralb em situação de fritura, na internet, terra que Bolsonaro gosta de dominar.
Um dos pontos de inflexão do Ministro, foi não adiar o Exame Nacional do Ensino Médio por causa da pandemia do Coronavírus.
O Exame acabou adiado, diante a manifestações, protestos e pedidos judiciais.