Brasil contabiliza mais 598 mortes por Coronavírus e total de óbito chega a 43389

Por Lívia Tomazelli

Informe Franca – 15/06/2020 | 7h

O Brasil registrou neste domingo, 14 de junho, mais 598 mortes provocadas pelo novo Coronavírus.
Os dados são do boletim oficial compilado a partir de dados divulgados pelas Secretarias Estaduais de Saúde no país.
Além disso, foram mais de 17 mil novos casos de Covid-19, contabilizado nas últimas horas.

Em números absolutos, o Brasil tem 43389 pessoas mortas por conta da doença,
e 867882 casos de Covid-19 confirmados.
São Paulo é o epicentro da doença no país, registrando mais de 10,6 mil mortes e quase 200 mil casos da doença.
Depois vem o Rio de Janeiro, seguido do Ceará e do Amazonas.
Pará e Pernambuco, aparecem na sequência no levantamento.

O país desde a semana passada apesar do acréscimo de casos, experimenta também a maior flexibilização da sua quarentena.
Foi lojas abrirem suas portas e outras atividades começarem a sair do isolamento, o total de casos começou a subir.
Por isso muitas cidades, e até estados como no RS por exemplo, tiveram de rever posicionamentos e voltam a endurecer regras de isolamento social a partir desta segunda-feira.
Para pesquisadores ouvidos pelo Informe Franca, flexibilizar a quarentena neste momento é um erro.
Os países que já passaram por essa fase mais crítica, só começaram a flexibilizar ao registrar taxas de morte e casos, em queda.
O Brasil, ainda registra uma taxa alta de contaminações e óbitos por conta da doença.
O que quer dizer que o país ainda vive o pico da pandemia.

Em números mundiais, o Brasil é o 2º país do mundo a ter o maior número de contaminados pela Covid-19.
E é também, o 2º em número de mortes, estando atrás apenas dos Estados Unidos.
Lá, 115,5 mil pessoas morreram por causa da doença.