Alerj aceita pedido de Impeachment contra Witzel

Por Isabella Peroni

Informe Franca – 10/06/2020 | 19h20

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, aceitou nesta quarta-feira, 10, um pedido de Impeachment contra o governador Wilson Witzel.
O pedido foi apresentado por Parlamentares do PSDB, diante a denúncias de corrupção que envolveram o Mandatário e que inclusive, culminaram em operação da Polícia Federal
contra ele em maio.

Além deste pedido aceito, outros 14 pedidos foram protocolados na Alerj, contra Witzel.
Agora que o pedido foi implantado, a Assembleia deve implementar uma Comissão de Investigação.
Essa Comissão deve definir Relator e Presidente, além de notificar Witzel oficialmente do processo.
Depois que ele apresentar sua defesa, e a Comissão ver as provas existentes, deve votar um parecer que também precisa ser votado e aprovado no Plenário da Casa.
Se o pedido prosperar, Witzel é afastado de seu cargo e uma comissão entre deputados e o Tribunal de Justiça do estado é formada, para definir seu futuro jurídico e político.

O Presidente da Assembleia Legislativa, disse que receberam diversos pedidos e que ele não poderia se refutar a analisa-los.
O governador, disse que está tranquilo porque foi eleito para combater a corrupção, e é isto que tem feito em seu governo.
Ele disse que irá provar ao final do processo a sua inocência, e que acredita que o Impeachment não vai acontecer.
Wilson Witzel é acusado de ter em seu governo um esquema de corrupção dentro da Secretaria Estadual de Saúde.
Que desviou milhões dos cofres públicos, para contratar Organizações Sociais que superfaturaram obras de hospitais de campanha, que não saíram do papel.
Esses hospitais deveriam atender a pacientes de Covid-19.