Olho no Poder – Os números mascarados

Por Ester Marini

Informe Franca – 09/06/2020 | 7h

Muitos absurdos já foram feitos neste governo Bolsonaro, com só 2 anos de atuação.
Muitos mais com certeza serão feitos até o final do mandato deste Presidente, que esperamos ser antes de 2022.
Mas que se não for, que seja ao menos até lá se sobrar algo do Brasil para depois.
Mas o fato é que, todos os absurdos ficaram para trás no último final de semana.
Desde 5 de junho, assistimos de maneira descarada, desleal, enganativa,
o governo federal manipular os dados a respeito da Covid-19 no Brasil.

Quando o Senhor Presidente da República percebeu, que de fato o Coronavírus não se tratava de uma gripe de nada,
e que muitas pessoas estariam morrendo, percebeu também outras duas coisas.
A número um, que teria de gastar muito mais que o previsto, com Covid-19.
A número dois, que os números ficavam cada dia maiores do que os que ele gostaria.
Para alimentar sua teoria de que era apenas um simples resfriado, Bolsonaro eis que teve a brilhante ideia.
Os dados do Ministério da Saúde seriam auditados.
Os números de mortos recontados, porque os estados, fonte desses dados, estariam manipulando números para forjar uma realidade que não existe.
Nesse plano mirabolante, o Presidente passou a mandar com que fossem divulgados, menos de 1000 números de mortes por dia.
E deu resultado, de sábado para cá, os óbitos tem caído consideravelmente dando a falsa sensação de segurança.
As pessoas assim saem as ruas, trabalham, voltam as suas rotinas normais.
Com isso o Brasil anda, a economia reage, e Bolsonaro não precisa pagar mais Auxilio Emergencial.
Assim também, o Presidente cria, problemas sem precedentes ou pensamentos.

Estados tem cada vez mais hospitais lotados,
leitos de UTI ficam sem espaço para internar,
e as covas rasas são feitas aos montes para sepultar mortos.
Plano brilhante Presidente!

As pessoas que não são contadas na sua estatística, aparecem em outros levantamentos extraoficiais,
ainda que usem dados oficiais para monta-los.
Mas para Bolsonaro tudo certo, isso aí é intriga da oposição para derruba-lo do poder.
E o Capitão, nunca vai sair do poder, vai implantar no Brasil um governo Militar para tomar conta da bagunça generalizada que o país está se formando.
É o sonho de Bolsonaro.

Até Dias Toffoli do STF vir a público, pedir que o Presidente respeite a democracia.
Um pedido que duvido, ele atender.
As pessoas continuam morrendo e seus resultados continuam a ser escondidos.
Mas jornalistas sérios, de caráter, empresas de jornais do país todo se unindo,
fazem o que o governo devia fazer.
Passam a informação para as pessoas.
Contra fatos não há argumentos Bolsonaro,
e as mais de 37 mil vítimas e contando do Brasil, são o significado mais que claro de que não é apenas uma gripezinha.

Olho no Poder:
A coluna escrita semanalmente e publicada as terças-feiras, pela Jornalista Ester Marini direto de Brasília,
que fala sobre os bastidores da política nacional.
Para enviar elogios, sugestões ou críticas, desde que construtivas, escreva:
estermarini@a3.net.br