Justiça dá prazo para governo analisar pedidos de Auxilio Emergencial

Por Mariana Straus

Informe Franca – 31/05/2020 | 8h

A Justiça Federal concedeu ao governo, um prazo de até 20 dias para que a Dataprev análise pedidos de pessoas para receber o Auxilio Emergencial.
A ordem foi dada, mediante a uma série de ações judiciais que foram impetradas contra a União, pela demora na concessão do benefício.

Para muitas pessoas que ficaram sem renda na quarentena e realizaram o cadastro até abril,
nem uma parcela do benefício foi paga até hoje.
1,5 milhão de pessoas, se quer conseguiram saber se vão receber.
Isso quer dizer que esses cadastros estão em processamento na Dataprev, que teve que adequar seus sistemas para tentar diminuir o risco de fraudes, disse a empresa.

Na ordem judicial, o tempo de pedido e resposta da Dataprev e da Caixa, não poderá exceder 20 dias.
Essas pessoas que aguardam desde abril, serão prioridade no atendimento, disse a Dataprev.

Para as pessoas que se cadastraram no mês de maio e ainda estão em análise, a Dataprev promete responder os pedidos até no sábado, 6 de junho.
Já as pessoas que ainda aguardam desde abril, começarão a ter as suas respostas na semana que vem, a partir do dia 10.

A Dataprev informou, que recebeu 112,5 milhões de requisições para concessão do benefício.
Mas que tem notado inconsistências em muitos desses dados.
O governo federal esperava pagar, 53 milhões de pessoas que teriam acesso ao Voucher.
Mas, 59,2 milhões de pessoas já foram aprovadas e habilitadas para receber.
O que teve de gerar uma abertura de crédito suplementar no Orçamento por parte da União, para prosseguir com os pagamentos.