Trabalhador poderá começar na semana que vem a acessar benefício do governo para aqueles que tiveram suspensos contratos de trabalho

Por Mariana Novacki

Informe Franca – 30/05/2020 | 15h02

Trabalhadores que tem carteira assinada ou contrato intermitente de trabalho, e que estão com as atividades reduzidas ou suspensas por causa da Covid-19,
poderão a partir da semana que vem ter acesso a um benefício do governo federal.
O socorro, acontece num programa criado para que o governo, incentivasse empresas a não demitir durante a crise.
O benefício deve variar de acordo com o salário recebido e a função que o trabalhador tinha no momento da suspensão contratual.
Poderá ser recebido, até o valor de R$ 1803,00 em 3 meses.
Os pagamentos serão realizados em contas poupança indicadas pelo trabalhador, desde que estejam em seu nome.
Quando não houver esse tipo de conta, o trabalhador terá aberta para si uma conta social na Caixa.
A mesma aberta para informais receberem o Coronavoucher.

O benefício não pode ser pagos em contas de terceiros ou contas conjuntas, somente em conta individual no nome do trabalhador.
Os pagamentos serão realizados a partir da semana que vem, conforme os pedidos serem efetivados.
Esses pedidos devem ser coordenados entre o trabalhador e seu empregado.

Durante a redução de jornada ou suspensão contratual, ainda que o trabalhador receba os valores em conta, algumas obrigações continuarão a pertencer ao empregador.
Como por exemplo, manter o pagamento do plano de saúde do funcionário, nos casos em que este o tiver.