Eduardo tem notícia crime apresentada no STF e Celso de Mello pede manifestação da PGR

Por Mariana Straus

Informe Franca – 30/05/2020 | 7h32

O Deputado Federal Eduardo Bolsonaro, teve uma notícia crime contra si apresentada ao STF nesta sexta-feira, 29.
A denúncia é feita por parte de um advogado que pede uma investigação contra o Parlamentar, por supostamente cometer crime contra a subversão a ordem.

O crime é citado, quando em uma Live nesta semana, o Deputado disse que em reuniões, se estuda quando seria o momento de uma ruptura institucional no Brasil.
Eduardo diz, que sabe que seria investigado mas o fato era que a situação no Brasil mostrava que era preciso discutir quando, e não se, ia ocorrer a ruptura.
Disse ainda que o pai, deveria tomar medidas mais enérgicas contra o Supremo.
A Corte tem fechado o cerco contra Bolsonaro e apoiadores, por conta de irregularidades cometidas.
O que tem incomodado muito o Presidente, sua família e apoiadores.

A notícia crime apresentada contra Eduardo Bolsonaro, foi recebida pelo Ministro Decano da Corte, Celso de Mello.
E encaminhada a Procuradoria-Geral da República.
O Procurador é quem deve decidir, se há motivos para se manter a investigação ou se o caso será arquivado.

Na Câmara Federal, Eduardo Bolsonaro também foi denunciado ao Conselho de Ética pela mesma fala.
O Deputado é acusado de quebra de decoro ao falar na ruptura institucional no país.