Em meio a crise do Coronavírus motoristas de van escolar tentam encontrar formas de sobreviver

Por Lívia Tomazelli

Informe Franca – 27/05/2020 | 7h20

Motoristas de vans escolares da cidade de Franca, tentam encontrar uma alternativa para que possam sobreviver, em meio a epidemia do novo Coronavírus.
Com aulas suspensas, eles não tem direito a nem um tipo de benefício do governo federal, por conta das rendas antes da crise começar.
E pedem a Prefeitura Municipal e aos vereadores da cidade, que os contemplem em algum programa social especial para a categoria.
Na semana passada, esses motoristas estiveram em reunião com o Prefeito Gilson de Souza, onde reforçaram a importância de conseguirem uma renda para que pudessem se sustentar.
Os motoristas ainda propuseram, que pudessem atender a população no transporte coletivo, em horários onde os ônibus da São José, deixaram de circular.
Hoje, o transporte coletivo de Franca funciona das 6,, as 19h.
Antes da epidemia os ônibus começavam a correr as 5h30 e encerravam as atividades a meia noite.

Os motoristas destacaram que, são capacitados para transportar pessoas e que neste momento seria uma saída que deixaria todos, população e eles, bem assistidos.
O Prefeito que ouviu a proposta e prometeu estuda-la, não deu uma resposta até hoje.

Outros procurados pelos transportadores, vereadores francanos ouviram um pedido para que os motoristas, recebessem ao menos uma cesta básica do poder público.
Até agora, nada foi feito para ajudar a categoria.

Conteúdo Publicitário:

Santander O que a gente pode fazer por você hoje.

Algartelecom Sempre juntos.

Café L’or O padrão ouro em sabor do café.